Por telefone, Cleibson Ferreira falou à Resenha do Garotão

Formado pela Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco e pelo Conselho Federal de Educação Física, ganhou destaque ao dirigir o Vera Cruz-PE durante a Série C do Campeonato Brasileiro de 2007.

 

Treinador do Sousa para a temporada 2018, o técnico Cleibson Ferreira falou à Resenha do Garotão (pela Progresso AM 610) na última quarta-feira (27/09/2017).

Dentre os pontos discutidos na resenha, o treinador anotou que espera fazer uma pré-temporada de 45 dias, no entanto depende do calendário que a Federação Paraibana de Futebol deverá estipular.

Ainda segundo Ferreira, a formação do grupo de jogadores está ocorrendo de acordo com os critérios estipulados pela diretoria em concordância com a comissão técnica.

Provocado sobre o trabalho com os garotos da base, Cleibson Ferreira destacou que “para jogar futebol o que conta não é idade, mas competência”.

Alguns dados sobre o novo treinador do Sousa, segundo a enciclopédia livre e virtual Wikipédia

Cleibson Ferreira da Silva, mais conhecido como Cleibson Ferreira (Recife, 10 de agosto de 1972), é um treinador e ex-futebolista brasileiro que atuava como meio campista / Atacante.

Ex-jogador profissional, atuou em vários clubes brasileiros, como por exemplo o Sport Recife, onde fez parte de uma geração vitoriosa, onde atuou ao lado de jogadores como; Sergio Alves, Mirandinha, Alencar, Sandro, Lima, Albérico, Christiano, Gilberto Gaucho, Adriano, entre outros e encerrou a carreira no Brusque do estado de SC, atuou também no exterior, como por exemplo no Bolívar, Real Potosí e Guabirá, todos da Bolívia, em um total de 24 clubes profissionais de vários estados brasileiros e outros países.

Formado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco e pelo Conselho Federal de Educação Física, ganhou notoriedade ao dirigir o pernambucano Vera Cruz durante a Série C do Campeonato Brasileiro de 2007. No jogo da primeira rodada da competição, diante do ABC, no Estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão, Cleibson Ferreira foi o destaque, recebendo elogios da imprensa local e nacional que estavam cobrindo o jogo.

Quando dirigiu o Deportiva Fancesa da Bolívia, acumulou as funções de treinador e jogador. Seu time, na época, apresentava grandes atuações ao ponto de ser convidado a se firmar como treinador da equipe principal.

No ano de 2013 teve uma excelente temporada. No primeiro semestre, comandou o Coríntians de Caicó durante o estadual da primeira divisão, ajudando a equipe a chegar ao vice-campeonato da Copa Rio Grande do Norte de 2013. Na sequência, esteve à frente do Galícia, sendo contratado para a temporada de 2013 e dando início a uma histórica campanha, consagrando-se campeão da segunda divisão baiana depois de 25 anos e, consequentemente, conseguindo o acesso após 14 anos de espera. No final do segundo semestre, fez uma grande campanha com o Juventude de Tocantins, classificando a equipe a fase final do campeonato tocantinense.

Cleibson Ferreira foi um dos poucos treinadores que comandou o Galícia em mais de uma temporada, estando à frente do clube baiano em 2011 e 2013.

Na temporada 2014 o treinador disputou o Campeonato Tocantinense da primeira divisão na equipe do Sport Guaraí e no segundo semestre comandou o Pernambucano Afogados da Ingazeira FC na surpreendente campanha da série A2, onde também foi o primeiro treinador do jovem clube em uma competição profissional, em 2015 o treinador trabalhou nos também clubes Pernambucanos, o centenário America FC e o Araripina FC.

Para temporada 2016 o treinador aceitou o convite do Pesqueira Futebol Clube e comandou o clube durante o campeonato Pernambucano da primeira divisão (Série A1).

Ao pedir desligamento do Pesqueira, o treinador aceitou o convite para comandar a equipe Paraibana Atlético Cajazeirense de Desportos.

Após livrar o clube Paraibano do Atlético de Cajazeiras do rebaixamente[6]. na disputa do Campeonato paraibano da primeira divisão (Série A1), realizando um feito que para muitos era impossível.

O treinador para o segundo semestre do ano 2016 foi contratado para comandar o clube alagoano Miguelense Futebol Clube.

Dando sequencia aos grandes trabalhos, o treinador conseguiu o acesso do clube para a elite do futebol Alagoano.

O Miguelense aguardava voltar as atividades profissional à 17 anos, e no primeiro ano do treinador Pernambucano no futebol alagoano, conseguiu o acesso.

Para a temporada 2017 Cleibson Ferreira foi confirmado como treinador do Maranhão Atlético Clube, para as disputa do estadual Maranhense e a série D do Campeonato Brasileiro.

Após classificar o Maranhão Atlético Clube para as semifinal do primeiro turno, deixar a equipe na zona de classificação do segundo turno, e fazendo a terceira melhor campanha da competição, Cleibson Ferreira deixa o comando técnico do clube.

Cleibson Ferreira assumiu o comando técnico do Atlético de Cajazeiras para mais um grande desafio que é levar depois de 10 anos a equipe as fases finais da competição.

Cleibson Ferreira definitivamente entra para a história do Atlético de cajazeiras, depois de salvar a equipe no ano de 2016 de um decretado rebaixamento, retornou a equipe no ano 2017 e consegue levar o clube depois de 10 anos a disputar uma semifinal do estadual.

Depois de um excelente primeiro semestre em 2017, ficando entre os melhores treinadores da região nordeste , o treinador Cleibson Ferreira aceitou o convite do importante clube do interior paraibano Sousa Esporte Clube para a condução do clube para as próximas competições (2018).