Destaques
Primeiro treino do Sousa sob o comando do Prof. Paulo Jr.
17 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao



Prof. Paulo Jr. fala como treinador do Sousa em 2017
17 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao



Novo horário da Resenha do Garotão: 11 horas
17 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao


Sou, Sou Dinossauro Eu Sou, com o Pitbull, do jogo com o Bota
16 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao



Acordo gera rescisão do contrato do Sousa com o lateral direito Alef
16 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao

Do Blog do Garotão / por Allan Pordeus

Acordo entre o Sousa e o lateral direito Aldef pôs fim ao contrato com o atleta, que era reserva do ala Edy.

A medida ocorre no dia em que o Sousa anuncia o também lateral direito Ricardinho, do futebol maranhense.

Informações confirmadas pelo vice-presidente de futebol do Sousa, Rafael Okara.



Volante Liniker fecha com o Sousa
16 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao



A informação foi confirmada pelo gerente de futebol do Sousa, Fael Abrantes.


Aldeone: o SOUSA exige respeito e paz para prosseguir com sua humilde História Vitoriosa
16 de janeiro de 2017 - Postado por: Redacao

Nota do Presidente do Sousa Esporte Clube, Aldeone Abrantes, em resposta à nota acusatória do Botafogo da Paraíba:

O QUE A IMPRENSA DO MUNDO VIU A GRANDE IMPRENSA DA PARAÍBA ESCONDEU

Hoje me deparo com uma nota pífia de vitimização de alguns diretores do Botafogo da Paraíba dando conta de supostas ameaças sofridas no Estádio Marizão no domingo próximo passado [15 jan.].

Nota essa divulgada com bastante ênfase por alguns importantes sites dá Capital.

Autores: os mesmos envolvidos nesse deprimente episódio na porta do Almeidão, na recepção a delegação do SOUSA Esporte Clube quando chegávamos para disputar as Semifinais do Paraibano 2016.

Isso sim são fatos, não factoide insistentemente plantado na imprensa como forma de extorsão branca que alguns dirigentes do Botafogo tentam impor ao SOUSA Esporte Clube de uma dívida que jamais existiu, a não ser na cabeça de um p@#$@ louca Chantagista.

Onde estão as provas desta tentativa de agressão? Não vem que não tem.

Nós somos do interior, matutos como vocês gostam de chamar, mas não somos idiotas de aceitarmos essa CHANTAGEM Barata.

Agora esse episódio acima [referência a um vídeo] gravado, aconteceu com o Sousa em jogo no Almeidão desde que esse Grupo assumiu.

Quando isso aconteceu com times grandes o STJD puniu. Mas como foi contra um time do interior todos silenciaram ou se omitiram.

Chega de achincalhamento com a cidade de Sousa e com o SOUSA Esporte Clube.

Que Saudade do equilíbrio sincero de Sílvio Tó, do endurecimento terno de Ariano Wanderley, da dedicação intelectual de Raimundo Nóbrega, da inteligência vencedora de Nelson Lira, da Mansidão sábia de Roberto Buriti ou da simplicidade competente de Benedito Medeiros (Bena), apenas para citar alguns nomes que engradeceram essa grande instituição Botafogo da Paraíba.

O Belo, o maior Clube do Estado, Clube que tive a honra de trabalhar ao lado do Presidente Luciano Wanderley, hoje lamentavelmente é dirigido por pessoas mais interessadas nos holofotes do que na grandeza do maior Clube do Estado.

O SOUSA exige respeito e paz para prosseguir com sua humilde História Vitoriosa no Futebol da Paraíba.

Sempre tivemos a melhor das relações com o Clube da Capital, mas a arrogância e a prepotência de poucos estão matando essa história.

Aldeone Abrantes
Presidente do Sousa Esporte Clube

Sousa-PB, 16 de janeiro de 2017.


DIRIGENTES DO BOTAFOGO, MESMO SOB PROTEÇÃO DO CHOQUE/PM, SOLTAM NOTA INACREDITÁVEL

Do Facebook do Botafogo da Paraíba:

Nota de Repúdio

O Botafogo Futebol Clube vem à público manifestar seu repúdio à atitude da Diretoria do Sousa Esporte Clube, liderada pelo seu presidente, senhor Aldeone Abrantes que, acompanhado de outras 10 pessoas, tentaram agredir o Presidente do Clube Pessoense, José Freire da Costa, e o Diretor de Futebol, Breno Morais Almeida, durante o jogo de ontem, domingo, 15/01/2017, realizado na cidade de Sousa.

Ao tempo em que ressalta que este comportamento condenável não representa o da torcida do Sousa Esporte Clube. O respeito ao torcedor e a dirigentes adversários precisa ser uma prática comum e recorrente. O futebol deve servir como instrumento de propagação da união, jamais do ódio.

O Botafogo repudia veementemente toda e qualquer manifestação de violência, seja por meio de torcedores ou de dirigentes, desencadeando um sentimento beligerante que não condiz com a história dos duelos entra as duas instituições. Logicamente, dentro de campo, faremos de tudo para sairmos vencedores, seguindo as regras do jogo. Fora dele, almejamos uma grande festa, à altura de nossas torcidas e que sirva de exemplo para toda a Paraíba.

Em João Pessoa, 16 de janeiro de 2017

A Diretoria



Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados