Destaques
Relacionados do Sousa para clássico de 01 de Fevereiro de 2015
31 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira
Por ordem alfabética:

Goleiros: Jr. Conceição e Ricardo;

Laterais: Fred (e), Gilberto Matuto (d), Josivan (e) e Lailson (d);

Zagueiros: Andrey, Jefferson e Giovanni;

Volantes: Algodão, Israel e Marcos Paulo;

Meias: Alisson Costa, Hugo Sobota, William Carioca e William Piauí;

Atacantes: Augusto, Brazinha, Júnior Mineiro e Rodrigo Potim;

Técnico: Pedro Albuquerque.



Procurador fala que jogo entre Sousa x Atlético não será de torcida única
31 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira
O radialista Aloísio Lima, das Rádios Difusora AM e Patamuté FM de Cajazeiras, recebeu na noite de sexta-feira, em entrevista por telefone, o procurador Valberto Lira – presidente da Comissão Estadual de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba.

Dentro do Olé Patamuté, resenha esportiva apresentada pelo colega Aloísio Lima de segunda à sexta-feira, das 18:00 às 19:00, Dr. Valberto Lira foi enfático ao frisar que “tanto torcedores do Sousa como torcedores do Atlético poderão assistir ao clássico do domingo”.

Na visão do procurador, que assinou a recomendação vetando torcidas organizadas no clássico do Marizão do dia 01 de fevereiro de 2015, “o que está vetado é a presença de torcidas organizadas do Atlético de Cajazeiras. [...] Desde que não seja com uniformes e adereços de torcida organizada, o torcedor de Cajazeiras terá acesso ao Estádio Antonio Mariz no domingo”.

O procurador falou, até, que o torcedor do Atlético poderia ir vestido com a camisa do seu clube – menos com a camisa da torcida organizada.

A Recomendação de 26 de janeiro de 2015

A Comissão Estadual de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba, presidida pelo Procurador de Justiça Valberto Cosme de Lira, recomendou em 26 de janeiro de 2015, ao Presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF) – Amadeus Rodrigues da Silva Júnior – que dê ciência à Presidência do Atlético Cajazeirense de Desportos “da impossibilidade de comparecimento de Torcida(s) Organizada(s), da mencionada equipe, ao Estádio Antônio Mariz, na cidade de Sousa, no próximo dia 01/02/2015, quando se realizará a partida entre o SOUSA e o ATLÉTICO, pela Série “A” do Campeonato Paraibano Profissional”.

A recomendação é motivada por relatórios da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (SUPLAN) e da Polícia Militar da Paraíba, em virtude do andamento das obras de reforma na praça de esportes citada.



Multidão faz fila para troca de ingressos para clássico do domingo
31 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira
 

Amadorismo pode contribuir com possível rebaixamento do Atlético em 2015
31 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira

Má-fé? Amadorismo? Se colar colou? Desespero?

Perguntas que o futebol paraibano faz ao Atlético Cajazeirense de Desportos pela escalação irregular de dois jogadores contra Santa Cruz e Auto Esporte, respectivamente em 25 e em 28 de janeiro de 2015.

Primeiro ato irregular

No segundo jogo da equipe atleticana no Paraibano de 2015, em 25 de janeiro de 2015 (domingo), o volante Fabinho Vitória (Fábio Etelvino da Silva) jogou contra o Santa Cruz e o seu nome só constou no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF em 27 de janeiro de 2015 (terça-feira, dois dias depois). O Atlético perdeu o jogo por 1 x 0.

Segundo ato irregular

No terceiro jogo do campeonato em curso, em 28 de janeiro de 2015 (quarta-feira), o Atlético escalou o meia Juninho Paraíba (Manoel Geraldo Fernandes Filho) no empate em 0 x 0 com o Auto Esporte também sem regularização junto à CBF. O nome do jogador só apareceu no BID em 29 de janeiro de 2015 (quinta-feira).

Segundo CBJD

O art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) reza que “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente” ocasiona pena de “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais”.

Assim sendo:

Contra o Santa Cruz, como perdeu o jogo, o Atlético perderá mais três pontos. O Santa Cruz permanecerá com os pontos ganhos.

Ainda, o parágrafo primeiro do mesmo art. 214 do CBJD diz que “para os fins deste artigo, não serão computados os pontos eventualmente obtidos pelo infrator”.

Assim sendo:

Contra o Auto Esporte, o Atlético perderá o ponto que conquistou com o empate e mais três pontos.

Segundo o Regulamento Geral das Competições da CBF

Art. 33 – Somente poderão participar das competições os atletas profissionais que tenham seu Contrato Especial de Trabalho Desportivo devidamente registrado nas respectivas federações; e atletas não profissionais devidamente registrados também em suas respectivas federações.

Parágrafo único – Em ambos os casos previstos no caput deste artigo, é obrigatório o registro na Diretoria de Registro e Transferência da CBF, observados os prazos e condições de registro definidos no REC e os procedimentos e condições de registro e publicação contidos no Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol.

Art. 34 – A DRT publicará o Boletim Informativo Diário, disponível no site da CBF, no qual constarão os nomes dos atletas profissionais cujos Contratos Especiais de Trabalho Desportivo tenham sidos registrados pelo clube contratante e os atletas não profissionais devidamente registrados junto às suas respectivas federações.

Parágrafo único – É de responsabilidade das partes interessadas a observância dos prazos e condições de registro definidos no REC e os procedimentos e condições de registro e publicação contidos no Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol.

E agora?

Duas coisas podem acontecer: CBF e FPF ficarem desmoralizadas pela lambança do Atlético ou quem briga pelo rebaixamento entrar com representação junto aos órgãos competentes dentro do prazo regulamentar.



Ficha Técnica: CSP 1 x 0 Sousa
29 de janeiro de 2015 - Postado por: Redacao
PARAIBANO 2015 - 3ª Rodada

LOCAL / DATA / HORÁRIO: Estádio Estadual Almeida Filho (Almeidão), João Pessoa-PB, 28 de janeiro de 2015 20:30.

CSP: Wallace / Toninho, Wellington e Ítalo, Rogério / Peu e Daniel, Enercino (Matheus Guará 24min/2T) e Robertinho (Jan, 35min/2T) / Henrique e Neto Costa (Bruno PB, 28min/2T). Téc: Tazinho.

SOUSA: Ricardo / Gilberto Matuto, Jefferson e Giovanni, Josivan / Algodão e Marcos Paulo, Alisson Costa (Hugo Sobota, 15min/2T) e Willian Carioca / Júnior Mineiro (Rodrigo Potim, 13min/2T) e Brazinha (Augusto, 21min/2T). Téc. Pedrinho Albuquerque.

GOL: Robertinho (C) 45min/1T.

ARBITRAGEM: Pablo Alves (AC), Luis Felipe (A1), José Maria Neto (A2) e Joedson Borges (AR).

CARTÕES AMARELOS: Ricardo (S), Jefferson (S) e Giovanni (S).



CSP 1 x 0 Sousa
29 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira
Robertinho marcou para o CSP no primeiro tempo e deu números finais à partida.

Placar da Rodada (03) do Paraibano 2015 (quarta-feira, 28/jan):

CSP 1 x 0 Sousa

Atlético 0 x 0 Auto Esporte

Miramar 1 x 3 Santa Cruz



Bate-pronto: o Mural do torcedor aqui no Blog
28 de janeiro de 2015 - Postado por: Wellington Ferreira
O torcedor do Sousa agora tem mais um canal para extravasar a sua alegria com as vitórias do Dinossauro: Bate-pronto.

Aqui no Blog do Garotão, na coluna da direita, conectado ao Face ou a e-mails, o torcedor poderá comentar livremente ou deixar o seu recado para que possamos destacar na Resenha do Garotão às 11:15 ou no Show de Bola às 18:30, pelas ondas da Super Rádio Progresso AM 610!

E não esqueça de Curtir a nossa nova página no Face: https://www.facebook.com/garotaoblog



Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados